Algumas verdades sobre o amor

nos

Não acredito em amor a primeira vista. Não consigo processar a ideia de que basta apenas dois olhares se cruzarem para se apaixonar perdidamente. Pra saber se é amor,é preciso sentir as clichês “borboletas no estomago”,aquela peculiar ansiedade ,é preciso ter aquela sensação de corrente elétrica percorrendo nosso corpo.O amor é construído aos poucos, é como um quebra cabeça e toda atenção do mundo ainda sim, é pouca. É preciso saber se suas peças ao se juntarem com as do outro formam um desenho.Uma parte não é um todo.Amamos uma pessoa por inúmeros motivos,desde um cabelo bagunçado ao sorriso torto e desajeitado.Amamos seus defeitos e sobretudo suas qualidades.Amamos a cara de sono e o charme singular da voz que nos deseja boa noite.O que eu mais gosto quando se trata de estar apaixonado por alguém,é a sensação de calmaria e paz que somente os corações apaixonados são capazes de sentir.Amar alguém nos desperta coragem e vontade de ser melhor a cada dia. Viemos a esse mundo para amar e ser amado. Se você ainda não encontrou alguém que te faça acreditar que é possível  pairar sobre as nuvens,tenha certeza de que esse alguém está por ai nesse exato momento procurando por você.Nada é motivo para deixamos de viver o amor,nem mesmo quando alguém nos decepciona.Não é porque uma pessoa não foi merecedora do seu amor que as próximas que cruzarem seu caminho também não serão.O amor pode ser como uma criança que gosta de brincar de se esconder,você só terá de ter tolerância para esperá-lo aparecer ou fôlego pra ir atrás dele.Ele nos permite entrar num mundo que não é nosso sem pedir licença,nos dá a oportunidade de enxergar o mundo com outros olhos.Ele não é inocente,pode nos causar dores que resultam em semanas de noites mal dormidas. Mas de todas as verdades sobre o amor, a mais importante é que nós duvidamos dele,até que ele de fato apareça.